quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Bus da Maria

Como vos disse uns posts atrás, eu vou de autocarro para o trabalho, são uns meros 10 minutos. A paragem encontra-se na via principal para Alguidares, quando alguém conhecido passa por mim no caminho para o seu trabalho, costuma parar e oferecer-me boleia. 

Ontem dei por mim escondida de forma que quem passasse não me visse, curiosamente faço isso quase instintivamente.

A razão é simples, de manhã eu não sou propriamente uma boa companhia, resmungo até com a minha sombra, quando apanho boleia, o racional vence o mau feitio e lá vou eu sentada a ter o habitual "tchit-tchat", que normalmente se resume ao tempo, o transito, e pouco mais.

Os 10 minutos da boleia e a conversa de circunstância consomem-me tanta energia que depois de agradecer tenho de fazer ginástica ao maxilar para tirar da cara o sorriso congelado. 

Sou uma pessoa dócil e de bom trato, mas se imaginassem o estuporzinho que aqui mora de manhã... aceleravam e fingiam que não me viam. 


6 comentários:

  1. Chiça!!! Ainda bem que quando te dou boleia já é quase final do dia! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh...tu és da família tens de me aturar!

      Eliminar
  2. hahahahah..oh Maria o casaco de pelo escuro fica-lhe bem :)...o nome Alguidares está TOP!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol... resolvi chamar á minha terrinha de Alguidares. Adequa-se à terra. ; )
      A ovelha que ladra gosta de roupa escurinha, ela acha que fica mais magra. rsrsrs

      Eliminar

Quem quiser pode ajudar a varrer... faça favor! : )