segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Maria batata arrependida...

Ouvi tanto falar do filme " A culpa é das estrelas" e por imaginar que seria um filme triste nunca tive vontade de ir ver.  E eu choro, choro muito!
Quando choro a minha cara fica completamente transformada, quase irreconhecível, os olhos vermelhos e inchados, o nariz aumenta para o dobro do volume e a minha pele fica ás manchas, durante bastante tempo. Para não falar da enxaqueca aliada à coisa. Não é um quadro bonito! Pior, choro com uma facilidade fora do normal, emociono-me com tudo. Mesmo que não seja directamente comigo ou com os meus. Choro até pelo periquito da vizinha. Odeio ser assim, mas não sei como controlar. Dependo da maquilhagem para disfarçar quando acontece...


Voltando ao filme, a curiosidade foi maior e resolvi espreitar sobre o que seria, tentando evitar choradeiras, fiz batota, só e apenas para poupar lágrimas, andei com o filme muitas vezes para a frente e nunca parava naquelas cenas mais hardcore pró sentimento. Sabem que mais? Mesmo assim não resultou... estou com uma cara de batata, inchadissima e ranhosa! 

Que filme dolorosamente lindo, mas porque é que se dão ao trabalho de nos mostrar algo tão triste?!? Senti-me arrastada para a historia e tenho a sensação que levei uma carga de porrada emocional depois de terminado o filme. Não chega as porcarias e rasteiras da vida? Sei que muitos de vocês discordam comigo, mas cada um de si sabe ... 

E vocês? Que tipo de filmes gostam? Preferem drama à comédia? E terror? Quem gosta de filmes de terror? Eu gosto muito de ver documentários e séries. Tudo soft... detesto "adrenalinas" seja de que maneira for.  ;)

45 comentários:

  1. Ai, eu também sou assim... e fico cheia de vergonha... snif, snif...
    Por isso prefiro comédias!
    Filmes de terror, não aprecio. Gosto de filmes históricos ou séries, mas levezinhos, pesados basta a vida, eh!
    Beijinho querida e vá lá enxugar essas lágrimas! :)

    ResponderEliminar
  2. Comédia! Sempre comédia, da boa ou da barata! desde que me faça rir :D Ah..um pouco de romantismo parvo à mistura, faz soltar muitas gargalhadas a dois :D :D

    ResponderEliminar
  3. Evito ir ao cinema ver filmes a puxar ao sentimento, pois também sou de lágrima fácil e quase sempre sou a única a sair da sala a fungar... uma vergonha!
    Adoro comédias, claro está!

    ResponderEliminar
  4. Gosto de cinema europeu (sobretudo espanhol e francês), e de leste, e do médio-oriente... daqueles chatos, chatos, chatos.
    Também gosto de cinema brasileiro. É TOP!
    Já fui dada ao terror mas agora já não acho piada.
    Filmes para chorar ou para rir (curiosamente parece-me a mesma coisa), só se for ao Domingo à tarde sentada no sofá, de pijama e pantufas, a comer uma torradas com um galão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoro comédia francesa, são tão engraçados e divertidos.

      Eliminar
  5. Apesar de tudo eu adorei este filme!! Talvez por me tocar de maneira diferente por já ter passado por isso enquanto esposa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não digo que o filme seja feio, mas é demasiado triste.
      E minha querida... em relação a vivência que partilhas, estamos em igual patamar...
      por isso lágrimas que possa poupar. Poupo!
      beijinhos...

      Eliminar
    2. Mary vai a http://www.clubefashion.com/

      Eliminar
  6. Sou TAL E QUAL!!!
    Uma 'pita chorona' como se diz aqui no Porto :)


    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  7. Ohh, eu fico igualmente transformada ao chorar. rs Costumo dizer que tenho depressão-pós-filme. E em relação à filmes, sou muito chorona, até em filme de terror já chorei. Mas gosto de romances, dramas, suspenses, algumas séries de comédia.
    Esse em questão, nem vi, nem li o livro ainda. Ainda não tive vontade...

    Bjoo'os
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahaha...boa!
      Adorei, depressão pós filme! Também sofro disso...
      O filme é lindo, tocante mas forte. Quem gosta, recomendo sem duvida.

      Eliminar
  8. Não vi o filme, mas sou exactamente como tu! Choro com histórias tristes, choro com histórias felizes, choro porque a vizinha está a contar-me uma cena triste, choro porque houve um acidente e pessoas morreram (e só vi na tv), choro quando há a vaga de incêndios no verão e as pessoas estão todas preocupadas com os seus bens (enquanto for só isso, está nem está muito mal), choro por tudo e por nada... Acho que é por me imaginar na pele das pessoas e 'tentar' sentir o que elas estão a sentir se fosse comigo... Não me devia chamar Bigodes de Nata mas sim Bigodes de Ranho eheheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que sinto que te conheço. LOL
      Eu sou exactamente igual. Aliás... eu consigo chorar quando quero, basta pensar em algo que me faça emocionar. Pronto... Vamos mudar o nome.
      Bigodinhas de ranho e Varrendo lágrimas. Rsssss

      Eliminar
  9. Esse filme tenho de ver no recato do lar, para não incomodar as outras pessoas com o meu choro.

    ResponderEliminar
  10. Lá vou eu activar o meu lado feminino ao ver esse filme.
    Sou menino chorão. :P

    Bjinhos VassouRRadas !

    ResponderEliminar
  11. Eu já tive a minha fase do terror, agora chateia-me (é sempre igual). Gosto de filmes sobre a segunda guerra mundial e adoro dramas, quanto mais tristes melhor. Choro imenso ao vê-los, mas sabe-me bem. Mas também gosto de acção e comédia, mas não ligo muito.
    Já percebi que este é um filme obrigatório :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já gostei mais de filmes de terror...
      Agora quero é calma na minha vida...eheheh

      Eliminar
  12. Eu estou a ler o livro, estou na parte do regresso deles da Holanda. Já sei como acaba, e que é triste!

    De filmes, gosto muito de comédias, de aventura, como os do Bond, romance (cliché) e adoro os clássicos americanos, Gone with the win, Casablanca, Singin in the rain, etc...

    Estou a tentar lembrar-me do último filme onde chorei, mas não me ocorre, parece que afinal não sou uma chorona :P

    ResponderEliminar
  13. Eu, que sou um verdadeiro macho latino, com a frieza de sentimentos de um calhau daqueles gigantes que se extraem das pedreiras, confesso que esse filme me mexeu com as entranhas. E embora tenha achado previsível uma parte importante do filme (não vou fazer spoiler!), mesmo assim fiquei angustiado no fim. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Frioooo tu és um homem frioooooooo...gélido e gelado.
      Como não conseguiste verter uma lagrimita ????
      eheheheh...beijinhos

      Eliminar
  14. Eu até chorei, mas foi só quando o tipo morreu ^^" mas choro sempre com um bom drama :) o último filme que me fez chorar foi mesmo "os gatos não têm vertigens"

    R:. Ahhhh, Maria, só tu!! Olha, já tenho o "ai phone"... falta a capa agora hahaha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por nos dizer - àqueles que ainda não viram o filme - que o tipo morreu :)

      Eliminar
    2. Oh, desculpem... nem me apercebi.

      Eliminar
  15. não venho falar do filme, venho ver se ao comentar tenho de provar que não sou um robot. isto, hoje tem sido um fartote.claro que vou ter de inserir outro comentário. espera só um bocadinho. obrigada!

    ResponderEliminar
  16. pumbas, tive de provar que não sou um robot, com aquelas letras arrevesadas de espelho de feira, sabes? fiz 3 vezes, cada uma era pior que a outra. vamos lá ver agora. é que na maioria dos blogues aparecem números, menos mal...não sei o que lhes deu... lá vou eu outra vez...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois amiga, não tenho como modificar, é uma imposição do blogger.
      Estou deveras chateada com a situação. :(

      Eliminar
  17. É só para te dizer obrigada. Um dia destes regresso...por vezes sabe bem fazer uma pausa.
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada eu Jorge, tive muito gosto!
      Espero que não desapareças de vez!
      Volta sempre...
      Beijinho

      Eliminar
  18. Também sou uma choradeira... K emociona se com tudo....

    ResponderEliminar
  19. Olá, Maria; boa tarde.
    Leio o seu blog sem que, contudo, alguma vez a tenha comentado, mas este post tenho de comentar mesmo. Nem tanto pelo filme em si, mas pela apreciação que lhe mereceu, mas sobretudo, a reacção que lhe provocou.
    Uma pessoa que chora a ver um filme ou a ler um livro dramáticos, só pode ser alguém de profundos e bonitos sentimentos.
    Num mundo cínico e interesseiro onde com a maior facilidade se rouba uma moeda ao cego ou se mata uma velhinha solitária para lhe roubar cem euros; num mundo desses, dizia; alguém que se comove às lágrimas a ver ou a ler uma história dramática e longe de as ocultar ainda tem prazer em mostrá-las, é uma pessoa de uma sensibilidade e dignidade raras. Raríssimas para estes tempos.
    Foi um prazer e uma honra comentá-la

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohh amigo Corvo, o prazer foi todo meu!
      Adorei a forma simpática como explica a minha falta de estribeiras no lado emocional.
      É sempre bem vindo a esta casa!
      Obrigada! :)

      Eliminar
  20. Bem, eu também chorei baba e ranho com esse filme. Felizmente vi-o sozinha para evitar cenas tristes, porque triste já é o filme!

    ResponderEliminar
  21. Eu cá não sou chorona, mas chorei que nem uma desalmada neste filme e já sabia que isso ia acontecer (já tinha lido o livro) por isso vi-o no sossego do lar e com todos já a dormir para evitar que vissem a minha figura... :)

    ResponderEliminar
  22. Detesto ver filmes tipo dramas que me fazem ganhar mais vontade de desistir... detesto filmes básicos e hollywoodescos (mas gosto dos básicos sem grande orçamento)... detesto comédias forçadas e porcas... detesto filmes de ficção científica... detesto filmes de terror, vampiros, espíritos e coisas maradas do género... detesto filmes de carros, legos em forma de robôs e coisas a puxar ao guna infantilóide... não vou à bola com Códigos da Vincis e Senhores dos Anéis... não acho piada nenhuma ao Harry Potter... não gosto - genericamente - de filmes armados ao pingarelho e que não valem nada... raramente gosto dos filmes de que toda a gente fala bem... tenho muita dificuldade em gostar de filmes portugueses premiados - esses são, normalmente, os piores (e há tanta, mas TANTA coisa boa).

    Adoro filmes que me façam pensar... adoro filmes que me deixem "agarrados" à história und dois ou três dias... adoro filmes que me fazem querer voltar a vê-los, assim que acabam... gosto de filmes estranhos e pouco conhecidos (depende também)... adoro filmes complexos... gosto muito de comédias bem feitas... adoro filmes de ação, suspense e... tcharan!... românticos. Gosto de algumas coisas lamechas, mas sem roçar um nível de piroseira que me faz revirar os olhos... Gosto de filmes com os meus atores preferidos (Liam Neeson rocks!!!)... Adoro ver filmes-pipoca em casa, nunca no cinema... Gosto muito de filmes de animação bem feitos...E, pronto, adoro alguns filmes que nunca diria que iria gostar! :D

    (Foi uma resposta completa?) ;)

    ResponderEliminar

Quem quiser pode ajudar a varrer... faça favor! : )