terça-feira, 24 de março de 2015

Tanta lata e a Maria a ver...



Imaginam a situação? Foi um bocado constrangedora. Irritou-me pelo facto dele nunca olhar aos nossos direitos, nunca nos dar valor e agora que precisa de nós é o nosso BFF. 

10 comentários:

  1. Maria esse tipo de atitude, de só se lembrar das pessoas quando elas tem utilidade,é muito actual:(

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente é sempre assim, quando precisam de ajudam é que se lembram de ser simpáticos. Típico...

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  3. O Yolando com discursos assim ... já enfiava a palheta cá num sítio, que eu não digo agora ;)

    ResponderEliminar
  4. A essas pessoas... um pontapé nas partes era pouco.

    ResponderEliminar
  5. Olha lá Maria, trabalhamos na mesma fazenda?!... :P

    ResponderEliminar
  6. Quando dependem de nós... Quase que nos pegam ao colo... Quando nao precisam, é sempre a pisar... é uma chatice!

    ResponderEliminar
  7. Espera! Tu trabalhas comigo e eu ainda não me tinha apercebido? Porra! Vou ter que descobrir quem és!

    ResponderEliminar

Quem quiser pode ajudar a varrer... faça favor! : )