segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Malapata de Maria

Adoro o Natal, acho esta altura tão acolhedora e mimosa,   este misto de calor no frio com luzes a piscar, regado de chocolate quente ou vinho doce com cheiros de canela tudo isto torna as pessoas mais afectuosas. Eu adoro todas as fatelices aliadas a época, talvez porque em criança vivi natais festivos e fantasiosos orquestrados pelos meus pais que faziam todos os esforços para criar magia no natal, sinto que carrego comigo um pouquinho do que vivi e gosto de proporcionar e retribuir à minha família uma ceia de Natal com um ambiente acolhedor, alegre e místico. 
Infelizmente com o andar dos anos tenho vindo a perder a inocência, resta-me um pouquinho, (espero nunca a perder completamente). Hoje, somos 5 gatos pingados, sem crianças na família e por volta das dez da noite, depois de comer o tradicional bacalhau na véspera de Natal já estamos cheios de sono e cansados. 
Mas mesmo assim, eu enfeito a minha casa, a casa do meu irmão e a casa dos meus pais. Eles habituaram-se a que assim fosse e eu, que tenho um pouquinho de veia artística invento todos os anos novas decorações. 

Bem, isto tudo para vos contar o quê? Já é o segundo ano consecutivo em que acontecem acidentes às minhas árvores, e isto meus amigos estraga qualquer espírito de natal. No ano passado até chorei. Já vos tinha contado aqui que o C. tem um problema com sonambulismo, ele assalta a despensa a procura de guloseimas, come a dormir não se lembrando de nada no dia seguinte, é capaz de comer massa crua a pensar que sao rebuçados, imaginem!

Ora o que é que eu me lembrei de fazer o ano passado? A MARIA ESQUECIDA resolve enfeitar a árvore de natal com chocolates, tal e qual como se fazia antigamente, lembram-se? Pinhas, bolas, sinos, pais natal, etc. Nem me lembrei do monstro do açúcar que tenho em casa. 

Obviamente que certa noite a árvore foi pilhada e como o ladrão é sonâmbulo, nao teve cuidado e acabou por partir a árvore em duas. Imaginam a minha cara quando de manha vou à sala e deparo-me com aquele quadro. Até pensei que tivesse sido assaltada, e fui... Só percebi o que se tinha passado quando ele chega à minha beira com a boca descaradamente suja de chocolate a perguntar o que se tinha acontecido. Acreditam que chorei? Sei lá, fui-me abaixo. Lá fomos comprar outra árvore à pressa para se salvar o Natal.


Este ano, não é que ao montar a árvore voltei a partir? C'um caraças!!! Não há-de o espírito de natal andar tremido por estas bandas! E vocês? Estão com espírito? 

21 comentários:

  1. Ihihihi, estou-me a rir (com todo o respeito) de quem comeu os chocolates da árvore. Realmente!
    Obrigada pela partilha, pois assim começo a compreender certas coisas.
    bjinhos e nada de desanimar com a árvore.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes rir à vontade kiduxa, as vezes também me dá vontade de rir a olhar para o C. de olhos fechados a saborear bolachas. Mas andar sempre atenta tb cansa. rssss
      E a árvore...bem está toda "fita-colada"...rs
      beijinhos

      Eliminar
  2. Seja bem aparecida :P

    Ui se eu fizesse uma árvore com chocolates, durava 2horas - o meu homem não se aguentava de certeza!!

    Toca a animar !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh foi só uma semana e meia!
      Mas soube tãoooo bem e passou tãoooooooooo a correr!
      Como sempre, não é?
      Beijinhos e obrigada

      Eliminar
  3. Árvore com chocolates ... ia resultar tão bem cá em casa! O pinheiro ficava ileso (porque não sou vegetariana), mas a decoração ficava despachada e acomodada em dois tempos no meu estômago!!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol... mas saboreavas de olhos abertos e acordada, não? LOL

      Eliminar
  4. Eu costumo olocar chocolates na lapinha.
    Kis:=)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já não volto a colocar chocolates assim à mão de semear.
      Foi para eu aprender... rs

      Eliminar
  5. Ahahahahahahah :D Queres um Tobias Escarumba dum Raio para ajudar à festa?! É com cada knockout à árvore... passo a vida a levantá-la do chão :P
    Beijocas ;))))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Txiiii afinal não sou a única?
      Bem, imagino realmente que com animais em casa as árvores andem sempre num reboliço. Rs

      Eliminar
  6. Mais que coisa doida! Um sonâmbulo que devora chocolates! Um pé de alface ele não come, com certeza? Só coisas gostosas? Que sonâmbulo de bom gosto tens aí!!!!!
    Mas, brincadeiras a parte, não desanime. Aqui, se colocássemos chocolate nas árvores de Natal, derreteriam todos! O calor é insuportável!!!!!!!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahha...pé de alface? Qual quê? Aquilo é um sonambulismo muito sabido! rs
      Agora falando a sério, optei por ter a guloseimas guardadas num armario com fechadura. Parece radical mas assim ele sabendo que não pode la ir, nem se levanta. O psicológico tem destas coisas engraçadas!

      Eliminar
  7. Ai que malandreco!!!
    Saudades dos Natais de quando era pequena... :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Sabes algumas vezes me deparei com essa questao, sera que conseguiria viver assim? Nao pela pessoa em questao, mas pelo o facto de saber que no silencio da noite alguem anda de pezinhos de la pela casa. Para mim seria logo um ataque cardiaco, mas isso sou eu que sou uma galinha. Mas e' sem duvida um assunto deveras interessante! Quanto a arvore de Natal ainda nao fiz a minha mas por motivos pessoais (in)felizmente. Mas antes da mana ca vir sera com certeza feita! :D Beijinhooooooooo <3 xxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha...mas não é um estranho!
      Só me chateia porque custa-me muito voltar a adormecer , mas é uma questão de habito.
      É como expliquei ali à Rebeca, optei por não ter doces pela casa e assim não há deslizes. :)
      Beijinhos minha querida.

      Eliminar
  9. `azar... primeiro o Espírito Santo, depois o Espírito natalício.
    Eu não tenho espíritos. Para mim o Natal era uma seca quando tinha que comprar prendas para os sobrinhos e afilhado. Agora estão todos crescidos e cá em casa não se liga a esses espiritismos. Há dois anos que nem se monta a árvore de Natal, que parece mais uma laranjeira porque a Bela comprou bolas cor de laranja. Este ano diz que vai fazer porque se tornou numa gaja crente desde que foi a Fátima a pedido da amiga doutora. Eu bem lhe disse que fosse às Olaias, em vez de ir a Fátima e subisse as escadas da amiga de joelhos, porque se alguém a salvou, não foi a senhora de Fátima.
    A minha vida ainda tem mais uma triste recordação contra o Natal: o meu pai morreu de véspera (como o peru) e foi enterrado no dia de natal, na longínqua década de 60, tinha eu 14 anos.
    Por isso não é época que me deixe muito feliz. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, acredito que quando a data fica associada a um momento doloroso da nossa vida que a vontade de comemorar não é muita!
      Mas estou a gostar da postura da Bela, não beatifiques demasiado a coisa, a época de natal é simbólica e bonita e isso já é motivo para se comemorar. Venham muitas festas para comemorar a vida! :)

      Eliminar
  10. que bom, voltou e com cara lavada de tão linda. o pior são esses relatos de azares. benze-te , tranca a porta do quarto, faz qualquer coisa, mas salva o espírito de natal. aqui para os meus lados ele não é assim um espirito muito vivo e presente. estou como o JS, desde que o meu pai morreu que as coisas se modificaram. e eu tinha sete anos. Vou fazendo por isso, apesar de tudo, embora já tenha estado uns tempos arredada de tudo o que cheirasse à época. Mas achei a minha casa tão triste, que mudei de ideias desde o ano passado, e voltei à carga. vou pôr luzes e coisas lindas. beijinhos :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol.... Gostas? Ainda bem... Estava a fazer outro e modifiquei tanto que ficou feio. Acabei por achar esta imagem, dei-lhe ali um "polish" e voilá! Ficou giro, não ficou? :))))
      Como disse em cima, quando o Natal fica associado a uma altura traumática, acredito piamente que seja difícil de comemorar. Mas não estamos sozinhos no mundo e há que celebrar o amor e a amizade. Todos os momentos de hoje vão ser memórias amanhã. Por isso faço um esforço para criar memorias bonitas. Fico feliz por tu também fazeres esse esforço. Beijinhos minha querida amiga.

      Eliminar
  11. Por aqui ainda não há espirito. O meu trabalho está muito ligado ao comércio. Ainda por cima com férias e baixas e inventário para fazer... humpf... não se aguenta! O meu espirito (bom) do Natal só chega na véspera quando estou a fazer filhós! Aí sim, pareço uma criança feliz :)))

    Não deve ser fácil conviver com alguém sonambulo...
    Coragem e não desistas da árvore de Natal, mesmo que às vezes tenhas vontade de deixar isso para trás.
    Mas devo admitir que ele é bem sexy assim com a boca cheia de chocolate :)

    Beijinhos minha querida

    ResponderEliminar

Quem quiser pode ajudar a varrer... faça favor! : )